ALMA DE CRIANÇA

 

Sempre lembro do meu pai dizendo

Filho, mesmo crescendo

Respeite a vida, cuide do amor

Seja cada dia melhor que si mesmo

Se for competir que seja com o medo

Mantenha a coragem por onde for

 

Então ele pegava o violão

Ao meu lado sentava no chão

E cantava esse refrão

 

À verdade, ao amor, à paz e à esperança

Que me fizeram compor e deixar essa lembrança

Eu só peço por favor, com a fé de quem não cansa

Que protejam nessa vida minha alma de criança

 

Se moramos na cidade, campo, litoral ou serra

Vivemos em sociedade e não sozinhos numa ilha

Então nossa imensa casa se chama Planeta Terra

E a Humanidade inteira é nossa grande família

 

À verdade, ao amor, à paz e à esperança

Que me fizeram compor e deixar essa lembrança

Eu só peço por favor, com a fé de quem não cansa

Que protejam nessa vida minha alma de criança

 

Todos os Direitos reservados à MIM PRODUÇÕES CULTURAIS LTDA.